2022Futebol InternacionalLa LigaMundo

Bianco, técnico do Shakhtar, fala sobre fuga temerosa da Ucrânia

'Não dava para dormir' - técnico do Shakhtar, Bianco, fala sobre fuga temerosa da Ucrânia em meio a preocupação com ex-colegas

O ex-jogador da Série A e atual técnico do Shakhtar Donetsk, Paolo Bianco, falou sobre sua fuga da Ucrânia, revelando como deixou Kiev de trem enquanto os atentados estavam em andamento.

Bianco esteve na Ucrânia como membro da comissão técnica de Roberto De Zerbi e, na esteira da invasão russa ao país, o ex-jogador de Atalanta e Sassuolo teve que fugir do país.

O técnico credita ao clube, bem como ao ex-craque do Shakhtar e atual diretor de futebol Darijo Srna, por sua assistência, pois ele diz que não conseguiu receber ajuda do governo italiano durante a invasão.

Biano diz que ele e a comissão técnica se voltaram para a Itália quando a invasão começou, mas o governo italiano pouco pôde fazer além de dizer aos treinadores que deixassem a Ucrânia com antecedência.

E assim Srna e o clube entraram em contato com a Federação Ucraniana, que ajudou Bianco e companhia. fugir para a Hungria.

Antes disso, porém, eles ficaram presos em um hotel com Bianco explicando o medo de ficar preso em um país em guerra.

“Durante os dias estávamos nos preparando para o que poderia ser a eventual entrada na cidade dos russos”, disse Bianco à GOAL . “Representantes da OSCE (Organização para a Segurança e Cooperação na Europa) e alguns jornalistas nos disseram para estarmos prontos para mostrar nosso passaporte italiano e a bandeira italiana… E obviamente você não conseguia dormir uma piscadela à noite. Os dias foram gastos organizando uma eventual fuga.

Artigos relacionados